5 estratégias para você potencializar o relacionamento com o seu cliente

Provavelmente você já se deparou com o desafio e o questionamento de como se aproximar mais dos seus clientes, não é mesmo? Uma opção para isso pode ser a HUMANIZAÇÃO desse relacionamento. Humanizar significa “tornar humano” e isso costuma ser atingido por meio do contato, baseado em empatia, engajamento e interação.

A empatia diz respeito à compreensão do cliente como indivíduo ao invés de um número ou um ponto de interesse. Essa compreensão pode ser potencializada a partir do momento em que há uma preocupação com os interesses dele, definindo como isso se alinha ao que a sua empresa oferece.

O engajamento é envolver o seu cliente com a sua empresa. Pode ser melhorado quando você testa o que motiva o seu cliente e mensura os seus resultados de atuação, até chegar em um cenário ideal e vantajoso. Buscando a conciliação entre o que a empresa oferece e ao que os clientes esperam.

Por fim, a interação é o complemento final disso, ou seja, se você considerou as necessidades e os interesses de seus clientes e entregou conteúdos que eles se identificaram, você causou um  impacto na interação desses clientes e a sua empresa. Essa atividade pode ser uma usado como parâmetro e indicador de relação ou contato do cliente com o serviço, produto ou conteúdo que você está oferecendo.

Lidamos com diversas mídias sociais e plataformas, como: Facebook, Instagram, Twitter, sites, blogs e muito mais. Nelas, uma grande quantidade de pessoas tem a possibilidade de buscar o conteúdo que você produz e ter contato com os seus produtos e/ou serviços, juntamente com os seus valores e as propostas de sua empresa. A humanização pode potencializar os negócios por meio da interação, que cria uma conexão com as pessoas que pode promover um alcance ainda maior da publicação por meios de compartilhamentos e curtidas orgânicas, ou seja, naturais, movidas por empatia. Além disso, pode ser um incentivo ou um auxílio na decisão de compra ou associação, movidos pela conexão que um cliente teve ao receber um conteúdo que ele julga importante, com base em suas necessidades e interesses, ampliando e disseminando também o nome da marca ao público.

Vimos então como a humanização de uma empresa com os seus clientes é importante e pode impactar na disseminação e nas vendas, certo? A seguir, teremos 5 dicas para você promover a humanização em sua comunicação e a interação em seus negócios, que podem “trabalhar para você”.

1 – Promova encontros:

Essa é uma proposta para engajar o seu cliente e trazê-lo para mais perto de você. As pessoas estão em constante contato com outras, interagindo fisicamente ou virtualmente, dessa forma, as empresas podem aproveitar esse fato como uma oportunidade, promovendo encontros com a marca, tornando-a mais interessante e gerando uma ligação entre o consumidor do produto, serviço ou conteúdo com a empresa. Adaptando as relações para um contato de interesse, reciprocidade e cotidiano, transparecendo naturalidade e conexão e também identificando como se aproximar mais dos clientes já existentes e potenciais. Faça eventos, grupos focais, participe de eventos e conecte-se com as pessoas, exponha seus produtos, serviços e demonstre como eles podem atender do público, como eles podem auxiliar de alguma maneira e como eles podem gerar alguma experiência ou sanar alguma necessidade.

2 – Observe, contate, se aproxime e se possível, contrate influenciadores:

Esse meio de marketing consiste em atrelar a imagem do serviço ou produto a pessoas  influentes nas mídias sociais. Influenciadores são um grande marco da era digital e representam uma forma interessante de divulgar a marca, de forma orgânica e direcionada. Orgânica porque é uma forma de divulgação extremamente fluída e natural, se for feita corretamente, e direcionada. Assim, é possível analisar o público alvo específico do influenciador digital e o número de pessoas que podem ser alcançadas pela propaganda, que se realizada da maneira ideal estará alinhada aos interesses do público.

3 – Utilize a “bio”:

Provavelmente sua empresa está inserida em alguma mídia social, certo? A ideia de usar a bio nesse ponto consiste na utilização do campo de informações centrais, ou seja, o perfil da empresa descrito em palavras, que são disponibilizadas aos clientes, com exceção de algumas plataformas como os sites, que geralmente contém campo de “sobre”, que destaca a missão, visão e valores da empresa. Esses campos informativos por sua vez, são o ponto de contato inicial com o consumidor, dessa forma ela deve conter, o que você faz, como você faz, como isso pode beneficiar o cliente e como a necessidade dele se conecta a sua empresa, tudo isso incluindo qual o seu diferencial e a depender do seu público-alvo, não é interessante conter muito termos técnicos.

4 – Promova um conteúdo alinhado:

Essa é a base central para possuir um contato eficiente com o cliente, promover um conteúdo alinhado é demonstrar que você esteve atento e interessado no conteúdo que o seu cliente ou prospecto quis saber, ver, sentir ou ler. Suas estratégias têm que se direcionar ao seu público-alvo. Nas mídias sociais, é interessante que a plataforma que você utiliza seja aquela que o seu público utiliza. Seu texto deve conter o  que seus clientes buscam, passar a mensagem que eles precisam e devem conter imagens impactantes que retratem o objetivo do conteúdo. É necessário, portanto, que você colete feedbacks e ajuste o formato no decorrer que o conteúdo esteja sendo desenvolvido, de modo a atingir um modelo ideal de atuação. Para isso, conheça o perfil do seu público, seus hábitos, seus costumes, seus registros, sua idade, seus padrões, suas pesquisas e dessa maneira você estará mais próximo do seu cliente, potencializando assim o seu negócio e se posicionando mais efetivamente para o mercado.

5 – Aproveite o Storytelling:

O Storytelling é uma ferramenta de marketing utilizada para promover a persuasão e influenciar o seu consumidor em uma história no qual ele se identifique. É uma maneira positiva de fornecer um conteúdo alinhado aos interesses dos consumidores, capaz de atraí-los ao que a empresa está oferecendo, ou seja, uma maneira de inserir o consumidor em uma realidade, em algumas vezes lúdica, promovendo a sua imaginação para a utilização de algum produto ou serviço, transformando conteúdos em vivências. É uma maneira para realizar os ensinamento acima, para construir um storytelling é essencial ouvir o seu público, aprender com ele, descobrir como gerar conteúdo, explorar possibilidades de atuação, criar efetivamente esses conteúdos, comunicar a sua mensagem e encantar o seu público, demonstrando que compreendeu as necessidades dele e atuou sobre isso.

É importante ressaltar que essas não são as únicas estratégias que podem ser utilizadas pela empresa para engajar mais o cliente e criar um relacionamento positivo entre ele e a empresa. Mas, as estratégias abordadas acima são capazes de dar o “pontapé inicial” para a construção desse relacionamento, que é essencial para a empresa, pois auxilia o seu desenvolvimento e estimula o seu posicionamento perante os seus concorrentes, clientes e o setor no geral.

imagem final post 25 - 10

Criado por: Evandro Garcia

Líder de Projetos – AD&M Consultoria Empresarial

Fontes: Digitalks – Buzzmonitor

Deixe uma resposta