E se sua empresa tivesse informações rápidas, realistas e de fácil entendimento? Venha conhecer o BI!

O nível de sofisticação dos sistemas tem aumentado abruptamente com o desenvolvimento da tecnologia e as empresas precisam se adaptar às essas novas tendências para garantir competitividade e  eficiência no setor em que se estão inseridas. Imagine a seguinte situação: a empresa em que você trabalha com uma grande quantidade de dados seguros e confiáveis, todos intuitivos, de fácil compreensão, refletindo o histórico gerencial e apoiando as decisões futuras. Impressionante não? Essa é a proposta principal do BI – Business Inteligence.                               

O BI é um conjunto de técnicas, conceitos, metodologias, tecnologias e ferramentas. Voltadas para a coleta, organização, análise, visualização, compartilhamentos e monitoramento de dados e informações. Com o objetivo de oferecer suporte gerencial e estratégico para a tomada inteligente de decisões. Aplicável geralmente em empresas de grande porte, como: Google, Microsoft e Walmart, mas adaptável à empresas de médio e pequeno porte que contam com uma produção de dados internos.

A seguir, temos o destrinchamento dos processos de BI e como eles se comportam sequencialmente:

1 – Coleta de Dados: para o BI é importante que a empresa tenha ferramentas de coletas de dados, ferramentas essas geralmente em formato de softwares dos mais simples aos mais robustos, à depender da realidade de cada organização. Para a efetividade do processo esses dados devem ser coletados em variadas fontes, para garantir a compreensão acerca da realidade da empresa em diversos aspectos – sejam eles operacionais, gerenciais ou estratégicos. Exemplos: registros financeiros, registros contábeis, registro de vendas, registros de produção, registros de cultura, registro de gente e gestão e outras diversas vertentes.

2 – Organização de Dados: após a coleta de dados de diversas áreas da empresa, é necessário uma filtragem e uma organização de todos esses dados, compreendendo a forma como cada um se divide e pode impactar a organização e a tomada de decisões. Além disso, deve ser feito uma triagem da relação dos dados em si, compreendo as relações das áreas e os resultados que cada conjunto de dados e utilizando esses compilados posteriormente.

3 – Análise de Dados: para a análise de dados são criados relatórios empresariais que destacam os resultados de cada registro, demonstrando a efetividade, os déficits e os indicadores de desempenho para cada área, permitindo assim avaliações aprofundadas sobre a situação empresarial. Essa iniciativa serve de insumo para a criação de planos de ação voltados para a resolução de problemas ou potencialização de resultados. Podem ser trabalhados como hipóteses, construção de cenários e construção de relações de causa e efeito, todas baseadas em dados e registros fidedignos e não em suposições.

Lembrando que os processos de organização e análise de dados geralmente ocorrem pela diagnóstico e criação de algoritmos e programação em softwares próprios da empresa, gerando assim, um conjunto de informações de fontes seguras e com o sigilo efetivo.

4 – Visualização de Dados: com relação a visualização de dados, têm-se por entendimento que todos os relatórios criados devem ser visuais e de interpretação rápida e efetiva, dessa forma, o tópico de visualização é um complemente, explicitando que os dados não podem ser apenas um conjunto de diversas informações, muito pelo contrário, devem ser estruturados e construídos de forma bem definida, com um design que atenda às necessidades de cada ambiente, sendo assim, personalizações para a empresa, setor ou gestor, que estarão envolvidos com os insumos gerados pelo BI. Algumas recomendações de softwares para a geração de informações mais visíveis são: Canva para apresentações e Pik to Chart, que permitem apresentações de dados e criação de infográficos.

5 – Compartilhamento de Dados: logo após a construção de relatórios e compilados de informações empresariais é necessário que o compartilhamento exista, garantindo assim que as informações cheguem até as pessoas certas, dentro do timing certo e assim a tomada de decisões possa ocorrer de maneira ágil e eficiente.

6 – Monitoramento de Dados: após a utilização dos dados gerados a cada período, é importante que haja um monitoramento desses dados, criando assim padrões históricos que servirão para posterior avaliação, permitindo assim a comparação dos resultados esperados com os alcançados, além de medir o atingimento e os resultados de cada ação. Verificando assim quais decisões foram assertivas e quais ainda demandam por mais estudos. Esse deve ser um processo constante, dando início a uma nova coleta de informações que por sua vez continuaram o processo de BI e assim serão gerados novos relatórios, para novas situações, em momentos e cenários variados.

Todo esse processo permite um amplo conhecimento acerca da organização no qual você está inserido, destacando assim, vários âmbitos organizacionais e permitindo a construção de estratégias para cada área, de maneira embasada. A compreensão dos pontos fortes e fracos da empresa e como eles se relacionam em questões de capacidade, seja ela financeira ou produtiva, traz informações sobre os recursos necessários para cada iniciativa e a mensuração de resultados.

Têm-se por entendimento que uma organização do futuro tomará suas decisões pensando sempre em dados fidedignos e na visualização completa da empresa, reduzindo assim “achismos” e incertezas desnecessárias que podem comprometer a organização em diversos níveis e de diversas maneiras.

Essa é a proposta do BI, decisões baseadas em dados e fatos, permitindo a mensuração, comparação e a avaliação de desempenho empresarial, que por sua vez, possibilitam estratégias e compreensão de dados e prioritariamente a tomada de decisões.

28-02 - blog

Escrito por: Evandro Garcia – Líder de Projetos AD&M

Fontes:

– Rafael Píton – Consultor de BI e Analytics:  O que é BI? Business Intelligence (Guia Definitivo)

– Eduardo Graffunder, Harry Möbis Jr. e André Padro (Sistemas de Informação Gerencias na Pós de Graduação de TI – Instituto Federal Farroupilha Panambi/RS) – Business Intelligence – Tudo o que você precisa saber

Deixe uma resposta